O Fluminense tem mais uma missão para os santos das Laranjeiras. Com apenas cinco pontos em cinco jogos, o time de Enderson Moreira está em último no Grupo 3 da Libertadores e vai a Buenos Aires enfrentar o Argentinos Juniors precisando vencer. Além disso, os cariocas terão que torcer para que o Nacional-URU tropece diante do América-MEX, jogando em Montevidéu.

Mais do que ir em busca do milagre, o Flu tenta evitar um vexame. Desde 1988, quando a Taça Libertadores passou a classificar dois times por grupo, apenas duas vezes o campeão brasileiro do ano anterior foi eliminado logo na primeira fase da competição seguinte.

Isso aconteceu exatamente em 88, com o Sport ficando em terceiro no Grupo 5, atrás de Guarani e Universitário-PER.  Neste ano, a CBF indicou Sport e Guarani para disputarem o torneio continental por conta da polêmica envolvendo a Copa União.

A outra vez que um campeão brasileiro decepcionou logo no início foi em 2002. Naquele ano, o Atlético-PR, campeão em 2001, ficou em último no Grupo 4, sendo superado por América de Cali-COL, Olmedo-EQU e Bolívar-BOL.

Para se classificar, o Flu precisa vencer de qualquer maneira. Caso o triunfo ocorra por dois ou mais gols de diferença, será preciso torcer apenas por um empate entre Nacional-URU e América-MEX. Na hipótese de uma vitória simples, a equipe carioca só se classifica se os uruguaios perderem para os mexicanos. Argentino Juniors e Fluminense se enfrentam às 21h50, pelo horário de Brasília.

Sem mais artigos