O mercado de transferências do futebol espanhol ficará marcado pela mais cara contratação da história, com os 100 milhões de euros (divulgados pela imprensa inglesa) pagos pelo Real Madrid para tirar o meia Gareth Bale do Tottenham.

A outra novidade do período foi a chegada de Neymar ao Barcelona, que pagou ao Santos por ele 57 milhões de euros. No mais, o mercado acabou com mais saídas do que de chegadas. Entre os que deixaram o futebol espanhol estão Kaká (Milan), Falcao  García (Monaco), Alvaro  Negredo (Manchester City) e Roberto  Soldado (Tottenham).

Nesta segunda-feira (2), último dia de transferências no país, a movimentação foi pequena. O principal reforço anunciado foi do Getafe, que trouxe o zagueiro argentino Lisandro López, ex-Benfica. Já o Atlético de Madrid acertou com o também defensor Toby Alderweireld, ex-Ajax.

De todos, o “adeus” mais sentido foi o de Falcao García, goleador do Atlético de Madrid, que acertou com o Monaco por 60 milhões de euros. Com o dinheiro, os ‘Colchoneros’ puderam fechar a contratação de David Villa, ex-Barcelona.

O time madrilenho também protagonizou uma curiosa história envolvendo o zagueiro argentino Martín  Demichelis. Contratado de graça junto ao Málaga, o atleta foi vendido semanas depois para o Manchester City por 5 milhões de euros, sem jogar uma partida sequer.

Campeão da última temporada, o Barcelona acertou com Neymar e depois concentrou forças em trazer um zagueiro. Tentou Thiago Silva (Paris Saint-Germain), David Luiz (Chelsea), mas acabou ficando apenas com Carles Puyol, Gérard Piqué, Javier Mascherano e Marc Bartra. Por outro lado, vendeu por 20 milhões de euros o meia Thiago Alcântara ao Bayern de Munique.

O Real Madrid foi muito além de Gareth Bale, contratação mais valiosa da história. Também se juntam a Cristiano Ronaldo e cia. os espanhois Isco, Asier  Illarramendi e Daniel  Carvajal, que juntos custaram 69,5 milhões de euros. Além disso, o clube se desfez de Gonzalo Higuaín, Raúl Albiol e José Callejón, todos agora no Napoli.

No último dia da janela, a transferência esperada por muitos há mais de um ano se concretizou. Sem custos, Kaká deixou o Real e partiu para o Milan, clube onde viveu sua melhor fase, inclusive conquistando o título de melhor jogador do mundo, em 2007.

Outro que acertou sua saída no último dia de janela foi o meia alemão Mesut Özil. Segundo a imprensa, o Arsenal pagou 50 milhões de euros para contratá-lo. Se confirmados os valores, terá sido a maior venda do Real Madrid, superando a ida de Robinho para o Manchester City, por 43 milhões de euros.

Entre os brasileiros, o mercado de transferências também esteve agitado na Espanha. O jovem atacante Léo Baptistão, revelação do Rayo Vallecano, acertou com o Atlético de Madrid. Charles, artilheiro da segunda divisão pelo Almería, foi para o Celta. O destino foi o mesmo do meia Rafinha Alcântara, emprestado pelo Barcelona.

Já o zagueiro Sidnei, ex-Internacional, foi emprestado pelo Benfica ao Espanyol e disputará sua primeira temporada na Espanha. Entre os que deixaram o país está Júlio Baptista, que saiu do Málaga rumo ao Cruzeiro.

Fortuna paga por Bale e saídas de Kaká e Falcao marcam janela espanhola

Sem mais artigos