Derrotado por 4 a 0 para o Barcelona neste domingo, no Estádio Internacional de Yokohama, na final do Mundial de Clubes, o meia Paulo Henrique Ganso, do Santos, rasgou elogios ao adversário, principalmente aos atletas do meio-campo da equipe catalã.

“O Barcelona é uma equipe muito qualificada, muito boa. Busquets é um grande jogador, assim como Iniesta e Xavi”, disse Ganso, que completou afirmando que a derrota serviu de aprendizado.

“Nunca tinha enfrentado um time que jogasse com o estilo apresentando hoje por eles. Isso foi uma aprendizagem para o futuro”, considerou o meia, que, ao ser perguntado se acredita que tem qualidade para jogar pelo Barcelona, respondeu, entre risos: “espero que sim”.

O goleiro Rafael, por sua vez, acredita que a escolha do técnico Muricy Ramalho por um esquema com três zagueiros foi acertada e o fez se sentir mais protegido. No entanto, ele reconheceu que o Peixe criou pouco e que o Barça foi melhor durante todo o confronto.

“Eles são melhores e temos que reconhecer isso. O Barcelona é uma equipe fantástica, que trabalha muito bem a bola”, comentou.

Sem mais artigos