Ídolo do Liverpool, Steven Gerrard defende o clube desde que se tornou profissional, em 1998. Porém, a história poderia ter sido diferente. O meia revelou que já recusou uma proposta de jogar com Alex Ferguson no Manchester United e ainda lembrou de uma desilusão que teve com o lendário e recém-aposentado treinador, de quem era fã. A notícia é da emissora inglesa BT Sport, em programa que foi ao ar nessa sexta-feira (29).

“Fiz testes no Manchester United quando tinha 13 anos e tive a possibilidade de assinar por sete anos. Depois, eles tentaram novamente para a temporada 2002/2003, mas rejeitei novamente”, comentou.

Na recentemente lançada autobiografia de Ferguson, que causou muita polêmica na Inglaterra por conter críticas não tanto veladas, além de alguns erros de checagem de informações, o ex-técnico escreveu que não via em Gerrard um jogador top, o que não foi muito bem aceito pelo capitão dos Reds.

“Sempre fui fã de Ferguson e aquilo que ele fez pelo futebol foi fantástico, mas sei que ele vendeu tantas cópias na primeira semana por aquilo que escreveu… Fiquei bastante desiludido por ele ter dito que não era um jogador de altíssimo nível, mas não vou perder sono com isso. Cada um tem direito à sua opinião”, definiu.

O jogador também contou sobre uma abordagem do Chelsea, já na era do milionário russo Roman Abramovich. Foi em 2005 que os Blues tentaram levá-lo para Stamford Bridge.

“Aquilo (contato do Chelsea) mexeu com a minha cabeça porque coisas grandes estavam acontecendo por lá. Eles gastavam montanhas de dinheiro e, no Liverpool, naquela época, não estávamos muito bem e a minha relação com (o técnico Rafa) Benítez estava uma montanha russa”, finalizou.

Sem mais artigos