A avassaladora goleada da seleção brasileira por 8 a 0 sobre a China, no Estádio Arruda, e os três gols marcados pelo atacante Neymar, do Santos, viraram destaque em alguns dos principais jornais espalhados pelo país. Em Portugal, na Itália e, principalmente, na Espanha, o assunto foi tratado como um grande feito, apesar do adversário ser considerado mediano.

Em sua página principal, a versão on-line do jornal A BOLA destaca o “Hat-trick” de Neymar, o gol do ex-atacante do Porto Hulk, além do desempenho do selecionado comandado pelo técnico Mano Menezes em Recife.Na Itália, a manchete nomeia os 8 a 0 como “Show verde e amarelo” e exalta a “tripletta” de Neymar diante dos chineses, que encantou os italianos do La Gazzetta Dello Sport.

Já na Espanha, onde Neymar já é visto como reforço de Barcelona ou Real Madrid após a Copa do Mundo de 2014, os elogios foram maiores. 

O “Mundo Deportivo” destaca que o atacante santista “destroçou” os chineses no jogo. O “Marca” foi um pouco mais comedido, mas colocou Neymar como o grande protagonista da partida com seus três gols.

O mais crítico dentre os espanhol, o “AS” colocou os brasileiros, que “necessitavam de uma vitória convincente com urgência”, como muito superiores aos rivais e que o time de Mano Menezes abusou da China.

Sem mais artigos