O advogado de Dayanne Rodrigues, Francisco Simim, confirmou nesta quarta-feira (23) a separação judicial da sua cliente com o ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, que está preso desde julho de 2010 pelo desaparecimento de Eliza Samudio. O consenso entre ambas as partes aconteceu na noite de terça.

Como parte do acordo, um sítio em Esmeraldas, avaliado em cerca de R$ 1 milhão terá sua renda dividida em caso de venda. Além disso, Bruno pagará pensão no valor de dois salários mínimos às duas filhas do casal.

Dayanne também está envolvida no processo e é acusada de participação no sumiço da modelo Eliza Samudio. Com a formalização do divórcio, Bruno pode agora pensar-se em casar com a dentista carioca Ingrid de Oliveira, que já se apresenta como noiva do goleiro e o visita frequentemente no presídio mineiro.

Sem mais artigos