O futebol sul-afriano acordou de luto nesta segunda-feira (27). O goleiro Senzo Meyiwa, titular do Orlando Pirates e convocado constantemente para defender a seleção da África do Sul, foi morto no último domingo (26) ao tentar proteger a namorada durante uma tentativa de assalto. A polícia sul-africana afirmou que bandidos invadiram a casa da companheira do jogador, a cantora e atriz Kelly Khumalo, e que ele foi morto com um tiro no peito ao defendê-la.

“Dois homens entraram na casa e exigiram celulares, dinheiro e outros objetos de valor. Senzo tentou proteger Kelly, pois um dos homens apontou uma arma para ela”, explicou o oficial de polícia Sizakele Nkosi-Malubane, em entrevista reproduzida pelo site Super Sport.

Senzo morreu no caminho do hospital. De acordo com a publicação, a polícia local oferece uma recompensa de 150 mil rands (cerca de R$ 34 mil) por informações sobre o paradeiro dos três homens que participaram do crime contra o goleiro.

“Nós asseguramos a todos os sul-africanos que faremos tudo o que pudermos para trazer os assassinos de Meyiwa para a cadeira”, disse o serviço de polícia da África do Sul através do Twitter.

Capitão da seleção da África do Sul nas últimas quatro partidas das eliminatórias para a Copa Africana de Nações, Senzo não levou nenhum gol. Pelo Orlando Pirates, seu último clube, ele  sem sofrer gols. Ele também esteve em campo no sábado tinha atuado no último sábado (25) e ajudou a equipe a se classificar para as semifinais da Copa da Liga Sul-Africana.

Sem mais artigos