O goleiro santista Rafael não escondeu a alegria de ter sido convocado para a Seleção Brasileira pela primeira vez. O atleta revelou que quando descobriu que estaria presente no duelo contra a Argentina no dia 14 de setembro, em Córdoba, ligou para o seu pai, Sérgio da Silva Barbosa, e ambos choraram com a notícia.

“Liguei para meu pai, ele não sabia que havia sido convocado. Na transmissão do jogo falaram que poderia sair no dia seguinte, então ele se desligou. Ele não parava de chorar. Meu telefone também não parava de tocar. Tudo o que passamos. Meus pais sofrem demais, dentro de campo confio no meu trabalho, mas ele fora sofre mais”, afirmou.

Embora tenha apenas 21 anos, o arqueiro tem em seu currículo títulos importantes como o bi-campeonato paulista, a Copa do Brasil e a Taça Libertadores em apenas um ano e meio como titular. Sem esconder a felicidade, o atleta revelou que mira uma vaga para a disputa das Olimpíadas de Londres.

“Para um goleiro foi algo rápido. Quando tive a proposta falei que estava focado no Santos, uma ótima equipe, que dá oportunidade para jogar. Conquistamos o titulo da Libertadores, isso facilita para chegar a Seleção e a Olimpíada. Está só começando, preciso trabalhar muito ainda”, completou.

Sem mais artigos