O espanhol Josep Guardiola, técnico do Bayern de Munique, desabafou neste sábado, logo depois da conquista do título da Copa da Alemanha, com a vitória sobre o Borussia Dortmund por 2 a 0, na prorrogação.

“Foi o ano mais difícil da minha carreira de técnico. Em primeiro lugar, meu alemão ainda não é suficientemente bom para convencer os jogadores do que eu quero”, afirmou.

Com dois troféus obtidos (Campeonato Alemão e Copa da Alemanha), Guardiola confessou também que se sentia pressionado pelo sucesso da temporada passada quando além dos dois títulos nacionais, o Bayern ainda venceu a Liga dos Campeões da Europa.

“Cheguei em um time que tinha ganho tudo com meu querido Jupp Heynckes. Cada técnico tem seu estilo próprio e é normal que um novo queira mudar as coisas. Sei que os jogadores se perguntavam porque tinham que fazer as coisas de outra forma após terem sido campeões de tudo”, disse o espanhol.

Semanas atrás, Guardiola havia dito que não vencer a ‘Champions’ faria com que a temporada do Bayern fosse uma “catástrofe”. Hoje, o comandante preferiu não polemizar, exaltando o desempenho da equipe após a vitória sobre o Borussia Dortmund.

“A temporada foi boa e estou satisfeito, embora há coisas em que precisamos melhorar. Estamos falando sobre isso no clube”, avaliou o espanhol.

Sem mais artigos