O ex-jogador e treinador holandês Ruud Gullit foi eleito hoje presidente do comitê da candidatura conjunta de Holanda e Bélgica para organizar as Copas de 2018 ou 2022, cujas sedes serão anunciadas no mesmo dia.

Eleito melhor do mundo pela Fifa em 1987 e 1989, Gullit teve o cargo confirmado em nota no site oficial do comitê.

“Sua reputação, assim como conhecimentos e contatos no mundo do futebol, trarão um impulso maior à candidatura”, afirmou Harry Been, diretor-executivo do comitê, em comunicado.

Foram também revelados outros nomes de estrelas dos dois países que apoiarão a candidatura, relação que conta com Johan Cruyff, Marco van Basten, Clarence Seedorf, Eric Gerets, Dennis Bergkamp, Ronald Koeman, Ruud van Nistelrooy, Michel Preud’homme e Edwin van der Sar.

Também estão presentes destaques de outros esportes como o ex- ciclista Eddy Merckx e a tenista Justine Henin, ambos belgas.

Bélgica e Holanda terão outras três candidaturas do continente europeu como rivais: Espanha e Portugal, também em conjunto, Rússia e Inglaterra, estas duas individuais.

Austrália, Estados Unidos, Indonésia, Japão, Catar e Coreia do Sul também apresentaram oficialmente suas candidaturas. O anúncio da Fifa sai em dezembro deste ano.

O Mundial de 2010 será entre os dias 11 de junho e 11 de julho, na África do Sul, enquanto o de 2014 será no Brasil.

Sem mais artigos