A dura vitória do River Plate sobre o Boca Unidos, pela segunda divisão do Campeonato Argentino, colocou o volante Leonardo Ponzio em uma situação constrangedora.

Durante o duelo, o atleta ficou com uma mancha de sangue na parte de trás de seu calção e foi obrigado a deixar o gramado para trocar o shorts. No entanto, o sangramento não parou, e ele teve de trocar novamente o calção. Nesta segunda-feira (11), Ponzio explicou o motivo do sangramento em entrevista à rádio “La Red”.

“Pode acontecer quando uma pessoa tem hemorroida e passa por um momento de nervosismo, stress ou quando come mal”, disse o volante, que não cogitou deixar o gramado.

“Em nenhum momento pensei em sair, senti que sangrava, mas não havia perdido força nem nada, sentia que eu cansava pelo esforço, mas depois passava. Algo assim havia acontecido com um companheiro de Zaragoza”, completou.

Sem mais artigos