Bicampeão alemão com sete rodadas de antecipação na última terça-feira, o Bayern de Munique teve quebrada neste sábado sua sequência recorde de 19 vitórias ao não passar de um empate em 3 a 3 com o Hoffenheim em plena Allianz Arena.

O Bayern não sabia o que era um tropeço no campeonato nacional desde o dia 5 de outubro, quando ficou no 1 a 1 com o Bayer Leverkusen. No entanto, desta vez, o time demonstrou certo relaxamento depois de ter dado a volta olímpica e acabou tropeçando.

O primeiro a se mostrar relaxado foi o técnico Josep Guardiola, que escalou apenas cinco jogadores considerados titulares, entre eles os brasileiros Rafinha e Dante. Com tantas mudanças, quem saiu em vantagem foi o Hoffenheim, com gols de Modeste, aos 23 minutos da etapa inicial.

Na sequência, a equipe bávara deu a impressão de que voltaria ser a “de sempre”, com três gols em nove minutos, dos 31 aos 40, com dois de Pizarro e um de Shaqiri. No entanto, aos 44, Salihovic diminuiu e recolocou o equilíbrio no confronto.

O responsável pelo empate foi o brasileiro Roberto Firmino, que passou por Dante e Rafinha e, já dentro da área, bateu no canto direito de Tom Starke, que substituiu Manuel Neuer.

Na expectativa de terminar o campeonato com a vantagem recorde de 25 pontos para o segundo colocado, o Bayern viu essa diferença cair para 22. Já os visitantes subiram para a nona posição, com 36 pontos, a oito da zona de classificação para a Liga Europa.

O vice-líder voltou a ser o Borussia Dortmund, que havia perdido essa condição para o Schalke 04 na sexta-feira, mas a recuperou ao bater o Stuttgart por 3 a 2 fora de casa, no estádio Gottlieb-Daimler.

Ameaçado de rebaixamento, o time mandante abriu 2 a 0 antes dos 20 minutos de partida, com gols de Gentner e Harnik, mas sofreu a virada graças a uma tarde inspirada de Marco Reus, que balançou a rede três vezes.

O Dortmund tem agora 55 pontos, um a mais que o Schalke, que na sexta-feira venceu o Hertha Berlim por 2 a 0. O revés manteve o Stuttgart na penúltima colocação, com 24 pontos, mesmo número do antepenúltimo, o Hamburgo, que neste domingo visitará o Borussia Mönchengladbach.

Em baixa na temporada, o Bayer Leverkusen viu sua vaga na próxima Liga dos Campeões cada vez mais ameaçada ao empatar em casa com o Eintracht Braunschweig, lanterna do Alemão, em 1 a 1. Com isso, a equipe do técnico Sami Hyypia soma 48 pontos, apenas um a mais que o dono do quinto lugar, o Wolfsburg, que bateu o Eintracht Frankfurt por 2 a 1 de virada na Volkswagen Arena. O gol do triunfo foi marcado pelo zagueiro Naldo aos 44 minutos do segundo tempo.

Sem mais artigos