O gerente do hotel em Medellín em que jogadores do Sevilla ficaram hospedados para a disputa de um torneio amistoso, Manuel Molina, confirmou nesta quarta-feira (24) que vários integrantes da delegação espanhola tiveram seus quartos roubados na última terça (23).


De acordo com Molina, enquanto a equipe enfrentava o Nacional de Medellín, pela Copa EuroAmericana, foram roubados de “quatro ou cinco quartos” objetos de valor, como relógios e tablets, e dinheiro. O custo das perdas serão calculados pelas seguradoras do hotel com a ajuda da Polícia, que não se pronunciou sobre o caso.

O gerente disse que por meio das câmeras de segurança é possível confirmar que foi apenas uma pessoa que efetuou o roubo, aparentemente com uma chave mestra que permite o acesso a vários cômodos.

“Pelas câmaras de segurança, nada de anormal é detectado, mas aparece a imagem da pessoa que fez o roubo. Esses vídeos estão nas mãos das autoridades”, informou Molina à emissora local Caracol Radio.

Mais cedo, o Sevilla publicou em seu site uma nota falando sobre o roubo. 

“Logo depois de chegar ao hotel da concentração após partida perante o Atlético Nacional, que foi disputada no estádio Atanasio Girardot, antes do Sevilla FC viajar a Guayaquil (Equador), os membros da expedição tiveram uma surpresa desagradável. Alguns quartos haviam sido saqueados. Não todos”, relata o comunicado.

A delegação do Sevilla deixou Medellín na manhã desta quarta com destino ao Equador, onde na sexta enfrentará o Barcelona de Guayaquil, também pela Copa EuroAmericana.

Sem mais artigos