Principal destaque no Porto, o atacante Hulk deve chamar ainda mais atenção na partida desta terça-feira entre Apoel Nicosia e o clube português, pela Liga dos Campeões, após ter protagonizado um episódio desconfortável na última sexta-feira.

O atacante, que foi substituído aos 14min do segundo tempo na vitória do Porto sobre o Paços de Ferreira, na sexta-feira, deixou o campo aborrecido e seguiu direto para o vestiário, sem cumprimentar torcedores e companheiros de equipe.

A torcida percebeu a atitude do jogador e chegou a vaiar o destaque do time português, que já pediu desculpas a todos.

O técnico da equipe, Vitor Pereira, garantiu em entrevista coletiva que a atitude de Hulk – substituído pelo colombiano James Rodríguez no segundo tempo – ocorreu porque o próprio jogador sentiu que não estava em seu “melhor nível”.

“Isso é um sinal de exigência, competência e humildade. Não houve absolutamente nenhum problema”, garantiu o treinador. O atacante brasileiro, de 25 anos, tem o estatuto de estrela indiscutível no Porto com o qual marcou até o momento 6 gols em 13 jogos oficiais.

“Hulk está habituado a um nível muito alto e não teve um bom dia, dará amanhã, contra o Apoel, a resposta que esperamos”, concluiu Vitor.

Sem mais artigos