A imprensa do Taiti não quis saber que a seleção de seu país perdeu para a Nigéria por 6 a 1, na estreia da Copa das Confederações, e comemorou nesta terça-feira o feito de Jonathan Tehau.

“Um êxito dos taitianos que parecia irrealizável”, destacou o jornal Les Nouvelles, que também destacou a superioridade da seleção africana no Mineirão.

O jornal La Dépêche citou declarações do técnico Eddy Etaeta, que classificou o gol como uma “façanha”, que faz com que a seleção da Oceania não fique no grupo de seleções que não marcaram em uma edição da Copa das Confederações, que tem Canadá (2001), Grécia (2005) e Iraque (2009).

Imprensa do Taiti minimiza derrota e comemora gol marcado no Mineirão

Sem mais artigos
Sair da versão mobile