Nova vitória do Bayern de Munique diante do Barcelona, desta vez no estádio Camp Nou, por 3 a 0, fez com que a imprensa mundial se rendesse ao futebol apresentado pela equipe alemã, que no placar agregado conseguiu marcar sete gols no time de Tito Vilanova e não sofrer nenhum.

Na Espanha, o jornal Marca estampa o placar agregado em sua capa na edição desta quinta-feira (02) e diz que a queda nas semifinais é uma eliminação humilhante e difícil de esquecer. No mesmo tom, o também espanhol As fala sobre um Bayern que, mais uma vez, arrasou o time do Barcelona.

Os catalães Mundo Deportivo e Sport também falam sobre a acachapante derrota para o Bayern de Munique e sobre ‘a diferença humilhante de 7 a 0’. Na capa do Sport, uma imagem de Messi no banco e a frase ‘Sem Deus, não há milagre’. Além da eliminação, os jornais citam os desgastes no Campeonato Espanhol e na Copa do Rei como ingredientes que prejudicaram o time na Liga dos Campeões.

Na Alemanha, o Bild estampa em sua capa que o ‘Bayern evoca o sonho de uma final alemã no Wembley’ e exalta o desempenho do Bayern ‘um dia depois da mais bela derrota da história do Borussia’. Já o TZ coloca como humilhante a nova derrota do Barcelona para o time alemão. 

Além dos jornais dos dois países, outros periódicos europeus deram destaque para a vitória do Bayern de Munique em suas edições desta quinta. O L’Equipe, da França, fala da queda do Barcelona, que até então ‘era modelo do futebol que deslumbrou a Europa nos últimos anos’, para o novo e mais forte time do continente. 

Já o inglês Daily Mail destaca que, sem Messi, não há retorno no time do Barça, que deixou o Camp Nou envergonhado. Na Itália, o jornal La Gazzetta dello Sport enfatiza a humilhação em casa sofrida pelo Barcelona. 

E não foi apenas na Europa que a queda do Barcelona virou destaque. O norte-americano The New York Times citou a ‘missão impossível do Barcelona’, que ‘sem a magia de Messi, perdeu para um Bayern de Munique que jogou no Camp Nou como se estivesse em casa’. 

Na Argentina, o esportivo Olé cita um ‘Barcelona sem cores’ e uma ‘derrota histórica’ de uma equipe que sentiu a falta de Lionel Messi durante os 90 minutos de jogo no Camp Nou.

A grande final alemã da Liga dos Campeões acontecerá no dia 25 de maio, entre Bayern de Munique e Borussia Dortmund, no estádio de Wembley, na Inglaterra. 

Sem mais artigos