A derrota do Manchester Uinted por 2 a 0 para o Olympiacos, no último dia 25 de fevereiro, pela Liga dos Campeões, pode ter sido a gota d’água para o holandês Robin van Persie. Nitidamente insatisfeito no clube, o atacante reclamou do posicionamento dos companheiros em campo e deve estar dando adeus ao time comandado por David Moyes. Segundo informação do jornal britânico Mirror Online, o atleta poderá se envolver em outra negociação polêmica e trocar seu atual time (novamente!) por um de seus maiores rivais, desta vez o Chelsea.

Em 2012, o atacante holandês de 30 anos deixou o Arsenal, em uma transação complicada e que irritou os torcedores dos Gunners, e acertou com a equipe de Old Trafford. Agora, dois anos depois, o caminho poderá ser invertido. Com a recente declaração do técnico José Mourinho, que reclamou da falta de atacantes no elenco do Chelsea, é possível que o holandês volte para Londres. Apesar de estranha, a negociação entre rivais no futebol europeu é mais comum do que no Brasil.

Ainda de acordo com a publicação britânica, além do Chelsea, Monaco e Juventus também demonstraram interesse no futebol do atacante holandês, que não deverá permanecer no United após a Copa do Mundo do Brasil.

Sem mais artigos