Após a eliminação precoce do Internacional com a derrota por 2 a 0 para o Mazembe, do Congo, o sinal de alerta foi aceso para a Inter de Milão, que enfrenta nesta quarta-feira o Seongnam, da Coreia, pela semifinal do Mundia Interclubes.

O clube italiano não conta com algumas peças importantes para a disputa do torneio, como o zagueiro argentino Walter Samuel e o meia brasileiro Phelippe Coutinho, ambos fora por lesão. Por outro lado, a Inter conta com a volta do goleiro titular Júlio César.

Neste panorama, o Portal Virgula listou mais três motivos para que a equipe de Rafael Benítez abra o olho…

Coincidência com 2002
O confronto entre italianos e coreanos faz lembrar o jogo entre Itália e Coreia do Sul pela Copa do Mundo de 2002. Neste jogo, a equipe italiana foi bastante prejudicada pela arbitragem e acabou perdendo por 3 a 2, sendo eliminada da competição.

Rafael Benítez
O atual técnico da Inter de Milão está na corda bamba. Dirigentes do clube já disseram que a situação do treinador será definida após o Mundial. Para completar, na única vez em que Benítez disputou o torneio, em 2005, pelo Liverpool, ele perdeu a final para o São Paulo, com um gol de Mineiro e excelente atuação de Rogério Ceni.

Péssima fase
A equipe italiana passa por um momento delicado na temporada. Dos últimos cinco jogos válidos pelo Campeonato Italiano, a Inter venceu apenas um jogo (contra a Parma), empatou outro e perdeu três.

Veja os últimos cinco jogos
Inter de Milão 1×1 Lecce
Inter de Milão 0x1 Milan
Inter de Milão 1×2 Chievo
Inter de Milão 5×2 Parma
Inter de Milão 1×3 Lazio

Sem mais artigos