Para cortar gastos e com uma nova política de salários, a Internazionale di Milano decidiu diminuir os salários de alguns de seus jogadores, sendo que alguns deles são “históricos” argentinos que atuam no time lombardo. A matéria foi divulgada pela agência Ansa nessa sexta-feira (26).

Assim, os hermanos Javier Zanetti, Walter Samuel, Esteban Cambiasso e Diego Milito – (todos campeões europeus e mundiais pelo clube em 2010) irão ganhar menos a partir da próxima temporada. Dos quatro, somente o zagueiro Samuel ainda não acertou sua renovação.

A diretoria neroazzurra justifica-se pelo fato de todos estes atletas já estarem com idade avançada – Cambiasso é o mais jovem, com 32 anos – e, assim, não conseguem mais participar ativamente da equipe.

Com os reajustes, mais os cortes de outros jogadores experientes, como o italiano Antonio Cassano e o sérvio Dejan Stankovic, a Inter pretende economizar cerca de R$ 26 milhões.

A nova política do clube já está sendo aplicada desde o início da última temporada, quando liberou medalhões como os brasileiros Júlio César e Maicon, o uruguaio Diego Forlán e o holandês Wesley Sneijder.

 

 

Sem mais artigos