Pode isso, Arnaldo?

Quanta ginga, rapaz! Mas… pode isso, Arnaldo?

Imagine você, em plena véspera de carnaval, tendo que bandeirar um jogo debaixo de um sol típico do verão carioca. O que você estaria com vontade de fazer? Não sei vocês, mas o meu humor estaria pior do que quando acordo na segunda-feira de manhã. Parece, porém, que o espirito carnavelesco pegou forte em um bandeirinha brasileiro e ele virou sensação na internet.

O palco era o campo do Ceres, clube da segunda divisão do Campeonato Carioca. Ali estava sendo disputada a Taça das Favelas, um torneio que reúne diversas comunidade cariocas pra bater uma bola. O bandeirinha, figura normalmente odiada pelos torcedores de qualquer parte do mundo, conseguiu conquistar a simpatia de todos ao dançar com o grito da torcida. O vídeo dele dançando foi rapidamente postado pelo atacante do São Paulo, Alan Kardec (que ainda marcou Fábio Luciano, ex-zagueiro de Corinthians e Flamengo, na postagem) e pelo meia Kléberson, ex-Flamengo. Dá uma olhada no vídeo abaixo e se liga no gingado e na simpatia do rapaz:

http://instagram.com/p/zDzhq7jkGR/?modal=true&utm_source=partner&utm_medium=embed&utm_campaign=video

Ah, se toda torcida se comportasse assim. Às são dos menores campeonatos que vêm os maiores exemplos! Futebol sempre foi e deveria sempre ser isso: alegria nos pés.

Sem mais artigos