A americana Jennifer Capriati foi escolhida nesta sexta-feira para fazer parte do Hall da Fama do Tênis, em Newport, nos Estados Unidos, onde estão imortalizados os melhores jogadores e jogadoras da história do esporte, incluindo o brasileiro Gustavo Kuerten, homenageado em março deste ano.

Vencedora de três títulos de Grand Slam (Aberto da Austrália 2001 e 2002 e Roland Garros em 2001) e da medalha de ouro olímpica em Barcelona-1992, Capriati ocupou também o posto de número um do mundo durante 18 semanas, e conquistou 14 títulos de simples e um de duplas em sua carreira.

A trajetória da americana também foi marcada por polêmicas como prisões por furto e porte de maconha. Dentro de quadra, ela bateu o recorde de atleta mais jovem da história a chegar em uma semifinal de Roland Garros, com 14 anos, em 1990.

A cerimônia que marcará a entrada de Capriati, de Guga e do espanhol Manuel Orantes no Hall da Fama do tênis acontecerá em 14 de julho em Newport.

Sem mais artigos