O técnico do Flamengo, Joel Santana, afirmou nesta sexta-feira que o argentino Juan Román Riquelme “não merece” estar em sua equipe, depois que o jogador rejeitou uma oferta do clube “assustado” com seu pobríssimo nível de futebol e de sua torcida.

“Qualquer jogador que diz que não pode jogar para uma torcida como a nossa não merece vestir o ‘manto sagrado'”, disse Joel.

“Se agora quisesse vir, não o aceitaríamos”, disse Joel, que disse também que enquanto o Boca Juniors, no qual Riquelme jogou quase toda sua carreira, “tem somente dez ou 15 milhões de torcedores”, o clube carioca “tem uma nação de 40 milhões”.

O Flamengo negociou com o argentino durante esta semana, mas Riquelme viu o jogo que a equipe carioca perdeu na quarta-feira passada em casa para o Corinthians por 3 a 0 e se “assustou” com o baixo nível de futebol e a pressão da torcida, segundo disse o diretor de futebol do clube, Zinho.

“Não gostou nem da atuação nem da pressão”, reconheceu Zinho ao confirmar que Riquelme perdeu todo seu interesse no Flamengo, que além disso atravessa uma grave crise financeira, inclusive perdendo este ano Ronaldinho Gaúcho, que deixou o clube no meio de disputas financeiras e atrasos salariais.

Antes de tentar contratar Riquelme, o Flamengo tinha esclarecido que sua prioridade era o brasileiro Diego Ribas, do Wolfsburg alemão, com quem também não pôde chegar a um acordo.

Sem mais artigos