O atacante Pablo Bastianini, do Yokohama F. Marinos, único jogador argentino que atua no Campeonato Japonês, disse nesta sexta-feira que no país se fala em milhares de mortos, devido ao terremoto ocorrido nesta sexta-feira.

“Aqui se fala em milhares e milhares de mortos, e se isto acontecesse em outro país que não fosse o Japão poderia ter sido uma tragédia muito pior”, afirmou o atleta.

Bastianini se assustou bastante com o tremor, que atingiu a magnitude 8,9 na escala Richter, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

“Todo o apartamento começou a tremer como um papel. Foi uma situação horrível, nunca tinha passado por isso. Apesar de ter acontecido cerca de 300 quilômetros de onde eu estava, todos aqui sentiram muito”, disse.

Sem mais artigos