Destaque do time do Philadelphia Eagles na NFL (Liga de futebol americano), o running back LeSean McCoy passou por uma saia justa no último domingo (08) após almoçar em uma lanchonete na Filadélfia, nos Estados Unidos. Dirigindo um Rolls Royce vinho (veja abaixo), carro que comprou em julho deste ano e que custa cerca de R$ 3 milhões no Brasil, o atleta não foi muito generoso, deixou apenas 20 centavos de dólar (quase 45 centados de real) para o garçom e uma confusão foi iniciada.

McCoy não contava que, após comer na PYT, sua nada generosa gorjeta fosse divulgada pela rede de lanchonetes em sua página no Facebook, que contém quase 30 mil seguidores. Rob Knelly, o garçom que atendeu o jogador e mais três amigos do atleta, disse ao site NJ.com que McCoy foi grosseiro e antipático à mesa, por isso o troco veio com a publicação do recibo (veja abaixo).

Com a publicação da nota fiscal e da gorjeta, McCoy foi bastante criticado e virou alvo de piadas nas redes sociais. Apesar das brincadeiras, o jogador do Philadelphia Eagles também foi defendido. Muitos alegaram que a lanchonete violou o direito à privacidade do atleta.

Após o ocorrido, a página da PYT no Facebook excluiu a foto da nota fiscal e divulgou um comunicado aos clientes para explicar o que realmente aconteceu com o running back LeSean McCoy e pedir desculpas ao jogador através do dono da rede.

Mensagem do proprietário:

Eu gostaria de abordar a situação ocorrida com LeSean McCoy e nossa posição nela.

Para começar, eu assumo a responsabilidade total e completa por compartilhar a nota fiscal. Não foi uma decisão do nosso servidor. Eu sou o culpado.

Eu decidi entrar em ação depois de pensar seriamente. Gostaria de pedir desculpas ao senhor McCoy.

Leia o comunicado na íntegra no post abaixo

 

 

//

 

Sem mais artigos