O zagueiro português Fábio Faria, que tinha vínculo com o Benfica, anunciou nesta sexta-feira a aposentadoria precoce, aos 23 anos, devido a problemas de coração e um ano depois de ter sofrido uma parada cardíaca durante uma partida.

“Custou muito esta decisão, mas tive o apoio dos meus pais, da minha namorada, do Benfica, do Rio Ave, do meu empresário e do sindicato. A vida é assim. Os últimos exames não foram tão bons quanto esperávamos”, declarou o jovem defensor em entrevista coletiva.

Fábio Faria estava afastado dos gramados desde 4 de fevereiro de 2012, quando teve que ser substituído do jogo entre Rio Ave, equipe à qual estava emprestado na época, e Moreirense, pela Taça da Liga de Portugal.

O presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira, também presente na entrevista coletiva, garantiu que o clube cumprirá o contrato com o jogador, válido até junho de 2015, e ajudá-lo em seu futuro profissional.

O jogador, que revelou o desejo de se manter ligado ao futebol, será homenageado pela equipe de Lisboa neste domingo, antes da partida contra o Gil Vicente, pelo Campeonato Português.

Sem mais artigos