O craque Cristiano Ronaldo é o jogador de futebol mais bem pago do mundo. Segundo notícia do jornal espanhol Mundo Deportivo de último mês de fevereiro, os vencimentos do atacante chegam a 17 milhões anuais líquidos (cerca de R$ 55,7 milhões), isso sem contar os incontáveis patrocínios, parcerias e direitos de imagem que fazem o português aumentar ainda mais sua conta bancária.

Em entrevista concedida ao jornal inglês The Sun e publicada nesta quinta-feira (29), o jogador relatou não ter noção das cifras que possui e também falou sobre a saudade que sente do pai.

“Não sei quanto dinheiro tenho. Não é o dinheiro que me move. No início, quando não tinha nada, era diferente. Queria ter dinheiro para mim e para a minha família, porque cresci com muito pouco. Éramos muito pobres. Não tinha brinquedos nem recebia presentes no Natal”, disse.

O gajo mostra ser muito ligado à família, já que nesta semana foi noticiado que, ao vencer a Liga dos Campeões no último sábado (25), pediu ao irmão para parar de beber. Na entrevista ao The Sun, que também teve um tom mais pessoal, CR7 relatou que todo gol que faz, dedica ao pai.

Dinis Aveiro faleceu no dia 6 de setembro de 2005, vítima de problemas renais, e também enfrentou durante parte da vida dificuldades com o abuso do álcool. Cristiano Ronaldo soube do falecimento do pai quando estava na Rússia, tendo viajado para lá para jogar partida de Eliminatórias Europeias para a Copa de 2006, e tinha apenas 22 anos.

Agora, o jogador de 29 anos abraça a carreira e dá mostras que até já tem ideia de quando vai pendurar as chuteiras.

“Adoro o futebol, é a minha vida. Sem o futebol não sei o que fazer. Tenho seis ou sete anos de carreira pela frente, talvez mais. Se as minhas pernas o permitirem, quero jogar até aos 40”, revelou.

E quer mais do que já tem, ou seja, duas Bolas de Ouro da Fifa, títulos de Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol, Inglês…

“Espero estar um dia na primeira página da história do futebol com Maradona e Pelé. Quero chegar lá”, conclui.

Adendo

Lionel Messi assinou recentemente um novo contrato com o Barcelona, e pode ser que receba mais que o rival português. Porém, os números do argentino não foram divulgados oficialmente. Estima-se que ele ganhe mais, e que seja € 20 milhões anuais (cerca de R$ 60,7 milhões). 

O próprio presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, já disse duvidar de tal quantia, e que possui em seu elenco o jogador mais bem pago.

Sem mais artigos