Theo Walcott, Olivier Giroud, Mikel Arteta, Santi Cazorla e Alex Oxlade-Chamberlain foram os astros de um comercial do site inglês Paddypower em parceria com a Stonewall, uma organização que luta a favor dos direitos de lésbicas, gays e bissexuais no Reino Unido. Os cinco jogadores do Arsenal abusaram do bom-humor no vídeo da nova campanha, chamada Rainbow Laces (laços de arco-íris).

Fazendo alusão ao fato de não poderem alterar o que neles é de mais normal (ou engraçado), os atletas brincam com suas características físicas.

Primeiro, é Walcott, que fala o que todo mundo já pensava: “Não posso mudar o fato de que sou parecido com Lewis Hamilton (piloto de Fórmula 1)”.

 

Depois, o espanhol Mikel Arteta passa algo (laquê?) no cabelo enquanto fala: “Não posso mudar o fato de que o meu cabelo é perfeito”.

 

Aí é a vez de Cazorla, no alto de seu 1,65 m: “Não posso mudar a minha altura”.

 

Ox já “desce o pé” e zoa a si próprio: “Não posso mudar o fato de ser igual a uma Tartaruga Ninja”.

Já Giroud fala do óbvio (ou não?): “Não posso mudar o fato de ser lindo”.

 

Assim que os jogadores terminam de se apresentar, o vídeo anuncia uma hashtag para apoiar a campanha contra a homofobia no futebol.

Assista ao vídeo da campanha abaixo:

<a href=”http://mais.uol.com.br/view/15187472″>Jogadores do Arsenal contra a homofobia no futebol</a>

Sem mais artigos