<br>
O Presidente da FIFA, órgão máximo do futebol, Joseph Blatter, declarou em entrevista ao jornal britânico <i>The Times</i> que é a favor do banimento de jogadores que machucam intencionalmente outro atleta.

"Jogadas violentas são uma das mais importantes questões do futebol no momento. Jogadores que fazem esse tipo de coisa intencionalmente devem ser banidos do esporte", afirmou.

Para justificar a posição, Blatter comparou a agressão dentro de campo a uma fora dos gramados, qualificando ambas de crime.

"Atacar alguém é crime, quando isso acontece no campo de futebol ou em qualquer outro lugar. Isso é um crime e deve ser tratado como um", justificou.

Para o presidente, parte do excesso de lesões graves é culpa dos treinadores, que colocam muita pressão em seus comandados pela vitória.

"A pressão do técnico para vencer é tanta que encoraja o jogador a buscá-la a qualquer custo. Não há microfone no vestiário, então ele diz: ‘vai, vai, vai’. Até aonde? Até o ponto aonde os árbitros devem interferir", explicou.

Blatter ainda disse que o assunto será tratado na reunião da International Board, entidade que discute as regras do futebol, marcada para este fim de semana, em Gleneagles, na Escócia.

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23509>Blatter pede que clubes liberem jogadores para as Olimpíadas

Jogadores violentos devem ser banidos, diz Blatter

Sem mais artigos