O ano de 2012 vai terminando para o atacante Jonas como o de sua afirmação definitiva no Valencia, já que o brasileiro foi o atleta que mais defendeu o clube, em 57 das 61 partidas no ano, resistindo, inclusive, a três mudanças de técnico.

O elenco do qual faz parte o ex-jogador de Grêmio e Santos, teve como comandante Unai Emery, Mauricio Pellegrino e mais recentemente Ernesto Valverde. O curioso é que apesar de ser o jogador mais utilizado, não é o que mais minutos jogou, já que em muitas ocasiões é a primeira opção na hora das substituições.

Com Pellegrino, inclusive, o atacante precisou manter seu lugar, mesmo com a má relação entre os dois. Um gesto, durante a passagem do técnico argentino, de reprovação por uma substituição, inclusive, acabou diminuindo seu espaço no elenco.

A prova da importância de Jonas no elenco do Valencia é que ele jogou todas as 12 partidas de competições continentais que o clube fez em 2012. O rodízio de atletas no ano, fez com que ele ficasse de fora de três jogos do Campeonato Espanhol (jogou 35 de 38) e um da Copa do Rei (jogou oito de nove).

No ano, Jonas disputou palmo a palmo a artilharia do Valencia, justamente com o maior astro da equipe, o atacante Roberto Soldado. Por fim, o espanhol teve ligeira vantagem, ficando a frente com 23 gols, contra 21 do brasileiro.

Soldado, aliás, foi o terceiro na lista de jogadores que mais atuaram pelo Valencia em 2012, com 50 partidas. O segundo colocado foi o zagueiro Adil Rami, com 54 jogos disputados.

Jonas termina ano como o jogador que mais atuou pelo Valencia em 2012

Sem mais artigos