Destaque do Palmeiras e da seleção chilena, o meia Valdivia sonha em ir bem na Copa do Mundo de 2014 e volta a atuar na Europa. Em entrevista ao jornal La Segunda, do Chile, o camisa 10 relembrou suas passagens pelo Velho Continente, todas sem sucesso, e disse que ainda sonha em ter uma oportunidade num grande clube europeu em breve.

“Me agradaria muito voltar (para  o futebol europeu), mas com uma situação melhor, porque fui para um timeque estava na Segunda Divisão (Rayo Vallecano, da Espanha). Cheguei lá com um treinador e logo depois chegou um novo, que não queria nenhum estrangeiro na equipe. Depois eu fui para Suíça, defender o Servette, e o clube vai e quebra, algo que não é normal no futebol de lá. Foram raras as experiências que tive no futebol europeu. Mas, se eu não voltar para a Europa, pelo menos atuo em uma liga que ganha a Libertadores todos os anos, que joga disputa o Mundial de Clubes e onde já fui eleito o melhor camisa 10. São coisas que profissionalmente alcancei e que têm de ser destacadas”, disse o chileno.

Poupado pela comissão técnica do Palmeiras no início do Campeonato Paulista, Valdivia passa por um trabalho especial de fortalecimento muscular para participar das principais partidas do clube em 2014 e chegar bem na Copa do Mundo.

Neste domingo (09), o chileno voltará ao time do Palmeiras diante do Osasco Audax, às 17h no Pacaembu, após ser poupado da vitória sobre o XV de Piracicaba.

Sem mais artigos