* Atualizada às 18h14

O atacante Adriano se envolveu em mais uma confusão na madrugada deste sábado (24). Uma jovem de 20 anos foi baleada dentro do carro do jogador enquanto os dois deixavam uma boate na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

De acordo com informações do site “G1”, a jovem teria dito à polícia que a pistola calibre 40 disparou acidentalmente depois de Adriano pegá-la para brincar. A bala atingiu a mão da mulher, que apresenta quadro estável.

Segundo a PM, além dos dois envolvidos no acidente, também estavam no carro mais duas jovens e um tenente reformado da Polícia Militar. A arma seria do tenente. Adriano ainda não apareceu para prestar depoimento e o Corinthians não se manifestou sobre o caso. 

Adriano nega

No meio da tarde, o atacante compareceu ao hospital D’Or, onde a jovem está internada, e prestou depoimento ao delegado Carlos César Santos. O jogador do Corinthians deixou o local sem falar com a imprensa. Para amigos, Adriano garantiu não ter sido o autor do disparo. Segundo o atleta, a jovem estava no banco de trás e brincava sozinha com a arma, enquanto ele estava na frente do veículo.

Já o delegado, ao sair do hospital, contou a versão de Adriano e deixou claro que ela vai de encontro com o depoimento das jovens que estavam no veículo.

“A vítima afirma que Adriano estava no banco de trás, chegou a pegar no revólver e que o disparo contra ela foi feito pelo jogador”, assegurou Carlos César Santos.

Sem mais artigos