Podemos dizer que o esquema de manipulação de resultados no futebol mundial viurou moda. Mas amanhã, terça-feira, tem início o julgamento do caso na Alemanha, que ocorreu no início do ano. Os árbitros Dominik Marks e Robert Hoyzer e o goleiro Steffen Karl podem pegar até 10 anos de cadeia.

O Edílson Pereira de Carvalho em versão alemã, Robert Hoizer é o "cabeça" do escândalo. O árbitro confessou ter recebido 67 mil euros na manipulação de alguns jogos da Copa da Alemanha e em campeonatos de outras divisões da Alemanha em 2004.

Os advogados não acreditam que os réus sejam absolvidos, mas buscam uma redução de pena para 1 ano. A defesa irá alegar que os acusados não possuem antecedentes crimimais e ajudaram nas investigações.

Julgamento na Alemanha começa amanhã

Sem mais artigos