Ele só tem 20 anos e uma trajetória toda pela frente. Mas Kelvin viu a glória na última temporada ao marcar o gol da vitória, no final de uma dramática partida, contra o eterno rival do Porto, o Benfica, na penúltima rodada do Campeonato Português 2012/2013.

O resultado fez a equipe tomar pela primeira vez a ponta do torneio sempre liderado pelos benfiquistas e garantir um título considerado improvável. Só que, pouco mais de seis meses depois, a situação é bem diferente para o atacante revelado no Paraná Clube.

No início desta temporada, o jogador teve algumas chances no time principal, mas não foi bem e acabava retornando ao time B, que disputa a segunda divisão do país. O técnico Paulo Fonseca ainda o convocava para as partidas da equipe principal, mas era pouco aproveitado, segundo informações do jornal português O Jogo.

Agora, Kelvin está há pouco mais de um mês somente treinando, sem jogar um jogo oficial, mesmo tendo sido inscrito na Liga Europa no final de janeiro.

Fonseca tem preferido o jovem Ricardo, também de 20 anos, e que foi convocado para a partida deste domingo (16), contra o Gil Vicente. O português participou de 24 jogos nesta temporada, contra 19 do brasileiro.

Outro fator que vai contra Kelvin é a abundância de bons atacantes no quadro portista: Ricardo Quaresma, Jackson Martínez, Nabil Ghilas e Silvestre Varela têm se revezado no time titular.

Sem mais artigos