O suíço Roger Federer, atual terceiro colocado do ranking da ATP, anunciou nesta sexta-feira que não disputará o Masters 1000 de Xangai, de 10 a 16 de outubro, para descansar e se recuperar de pequenos problemas físicos, sobre os quais não deu maiores detalhes.

Os torneios disputados nos Estados Unidos e os confrontos da Copa Davis desgastaram os principais tenistas do circuito. Após a lesão nas costas do número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic, em uma das partidas entre seu país e a Argentina, agora é a vez de Federer acusar o cansaço, depois de ter ajudado a Suíça a derrotar a Austrália na repescagem da competição entre países.

“Após consultar minha equipe, eu, infelizmente, tive que tomar a decisão de renunciar ao torneio de Xangai para poder me recuperar de um verão (europeu, inverno no Brasil) muito longo. Tenho algumas pequenas lesões das quais tenho que tratar, e espero voltar ao circuito o mais rápido possível”, disse o suíço em seu site.

Sem mais artigos