<br> O levantador Ricardinho vai virar cidadão italiano. A informação da Agência Estado pode assustar os apaixonados pelo vôlei do Brasil, que em breve podem ver o jogador atuando do outro lado da rede. Quem afirmou isso foi sua mulher Fabiane, que é italiana. Segundo ela, "ele não joga mais pela seleção brasileira."

As regras da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), permitem que um atleta com dupla cidadania atue por seleções diferentes, contanto que fique afastado da seleção do país de origem por dois anos. Com 32 anos, o levantador brasileiro está longe da seleção nacional desde os Jogos Pan-Americanos do Rio, em julho deste ano, por desentendimento com o treinador Bernardinho.

Ricardinho chegou a ser incluído por Bernardinho na pré-lista para a Copa do Mundo, mas acabou não sendo chamado na lista final. O treinador do Brasil disse que o jogador só voltaria a atuar na seleção caso desejasse se reaproximar do grupo. Os italianos já fazem planos: contar com o levantador na seleção azul durante o mundial de 2010, que acontece na Bota.

<b>Confira também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/gatorade_esporte/nota.php?ID=22324>É Bi! Brasil vence a Copa do Mundo de vôlei!</a>

Levantador Ricardinho pode jogar pela seleção italiana

Sem mais artigos