Já imaginou negociar o nome de uma das arquibancadas do Maracanã ou mesmo o tobogã do Pacaembu? Pois bem, apesar de parecer algo estranho, esta é a ideia planejada por Billy Hogan, atual diretor comercial do Liverpool, para reformar o estádio Anfield Road. Buscando alguns parceiros para a obra, o dirigente já cogita nomear dois trechos das numeradas do histórico palco inglês que seriam reformados.

Apesar de parecer algo inovador, a estratégia não é algo tão novo assim na Europa. A ideia do naming rights em setores do estádio para financiar a expansão de sua arena já foi utilizada pelo Benfica, de Portugal, no Estádio da Luz.

Avaliado em R$ 290 milhões, o projeto em Anfield Road prevê a expansão de duas arquibancadas do estádio, acrescentando 8.500 novas cadeiras no local, elevando assim a capacidade da arena para 58,8 mil torcedores.

Outros pontos de reforma

Além da ampliação de duas arquibancadas, o projeto do Liverpool, que deve ter início no começo de 2015, estão inclusos uma reforma nos arredores do estádio para melhorar o acesso, tanto para Alfield Road como para o memorial das vítimas de Hillsborough.

Sem mais artigos