A câmera de vídeo com a qual o atacante Loco Abreu grava há cinco anos os bastidores da seleção uruguaia está desaparecida devido a um extravio, segundo informações divulgadas pelo jogador nesta quinta-feira, embora outras fontes digam que o artigo foi roubado.

Com o título “Tem um valor sentimental único”, Abreu publicou uma notícia em seu site oficial, na qual promete que a pessoa que encontrar a câmera será “muito bem recompensado”.

O atacante do Botafogo está desde a semana passada em Montevidéu para defender a seleção uruguaia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. No próximo domingo, a ‘Celeste’ enfrentará o Peru no Estádio Centenário.

“Sebastián perdeu a bolsa com todos os documentos e a câmara com a qual gravou toda a intimidade da seleção durante os últimos cinco anos”, afirma o texto, que informa que, entre outros vídeos registrados, estão os bastidores do título da Copa América, em 2011.

“O importante para mim é o valor emocional das coisas que foram extraviadas. Àquele que as encontrar e as devolver, eu serei eternamente agradecido”, destaca a nota emitida por Abreu, na qual é divulgada um número de telefone, mas não é feita nenhuma referência a uma possível recompensa financeira.

De acordo com a imprensa uruguaia, a câmera sumiu na última segunda-feira, em um roubo ao carro do atacante. Os ladrões também teriam levado objetos pessoais, como um relógio Rolex.

O jogador do Botafogo desceu de sua caminhonete para ir a um escritório em Pocitos, um dos bairros mais povoados de Montevidéu, e, ao retornar ao veículo, viu que o vidro estava quebrado.

A imprensa divulgou ainda que no momento do roubo Abreu estava junto ao zagueiro Martín Cáceres e que imediatamente fez uma denúncia na delegacia do setor. No entanto, a Agência Efe entrou em contato com a delegacia, que informou não ter recebido denúncia do atleta.

Sem mais artigos