Após o logo e as mascotes “moderninhos” terem causado rejeição no público, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, resolveu dar um tempo na modernidade e “aposentar” os aliens Wenlock e Mandeville como mascotes da competição – ainda que, oficialmente, ele represente apenas a equipe nacional.

Agora, quem representará os jogos será um simpático leãozinho, inspirado em Willie, o mascote da Copa de 1966, chamado “Pride, the Lion” ou “Orgulho, o Leão”, em português.

Apressentado em várias cores, o novo símbolo – que remete a mascote do Reino Unido – já caiu nas graças dos ingleses, ainda mais porque ele tem as cores britânicas (vermelho, branco e azul) em sua juba, e será amplamente utilizado nos produtos licenciados.

Comercialmente, Pride terá a missão de “dar um bico” no fracasso comercial de Wenlock e Mandeville, com expectativa de gerar cerca de £ 1 bilhão (aproximadamente R$ 3 bilhões) em Royalties. Se conseguirá, só o tempo irá dizer.

Sem mais artigos