Sem patrocínio master fixo em boa parte da última temporada, o São Paulo encontrou fórmulas para manter as contas do clube em dia. Em 2010, a principal arma do clube, além da venda de atleta, foi a de alugar o Morumbi.

Ao todo, segundo levantamento do jornal “Lance!”, o clube faturou cerca de R$ 12 milhões com shows no ano passado. Enquanto isso, as despesas com esse eventos foram de apenas R$ 200 mil.

No ano passado, o estádio são-paulino recebeu grandes shows como os de Paul McCartney, Beyoncé, Black Eyed Peas, entre outros.

O clube passou boa parte do ano com anúncios pontuais em sua camisa, fechando um acordo apenas em setembro de 2010 com o Banco Minas Gerais (BMG). O patrocínio da instituição financeira ao clube tem duração de dez meses.

Sem mais artigos