Eram 29.012 torcedores para ver o Palmeiras manter a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. E os palmeirenses que estiveram no Pacaembu na tarde deste sábado (10) saíram felizes com a vitória de virada sobre o bom time do Paraná, por 2 a 1, e a série jogos sem derrota aumentada para nove.

Com ambas as equipes bem postadas, era nítido o respeito ao adversário nos dois lados. Os paranistas mantinham sua defesa bem postada, o que forçava o time da casa a chutar de longe.

Mas, mesmo com mais volume de jogo ofensivo do Verdão, foram os visitantes que inauguraram o placar. Após falta cobrada por Lúcio Flávio pela esquerda, Anderson cabeceou para o gol. Charles, do Palmeiras, não sentiu que a bola iria para fora e tentou tirar colocando na própria meta, aos 17 minutos.

Após mais uma tentativa do Tricolor, o Palmeiras retomou as rédeas da partida, com Valdivia. Passes, lançamentos e liderança foram as características mostradas ainda no primeiro tempo, pelo chileno, que ainda levou uma pancada na perna direita e chegou a preocupar. O meia teve até gol anulado aos 34.

Somente na volta do intervalo, porém, que o alviverde realmente levou perigo ao gol de Luis Carlos. Gilson Kleina tirou Charles e colocou Mendieta, para auxiliar ainda mais o jogo de Valdivia. Desta forma, o time melhorou na postura ofensiva.

Aos 14 minutos, El Mago iniciou a jogada do empate. Acertou bom passe para o lateral Luis Felipe, que avançou, cortou para dentro e cruzou com a canhota para o lateral Juninho igualar o marcador.

O Paraná mostrava-se acuado e deu mais espaços aos mandantes. Em contrapartida, Reinaldo ainda aparecia no ataque e dava perigo ao gol de Fernando Prass. Mas foi Leandro quem quase virou a partida.

O atacante recebeu passe de Wesley que, após grande jogada, tocou, mas Leandro errou o chute com o gol livre.

O mesmo Wesley, que errava a maioria de seus passes, não parecia que seria o salvador do jogo. O meia, porém, contou com a sorte. De novo Valdivia iniciou o lance, que passou por Mendieta. O paraguaio tentou o chute e o goleiro ofereceu rebote. A bola caiu nos pés de Wesley que, com calma, limpou o zagueiro e fez um bonito gol aos 26 minutos.

Depois disso, o Paraná mostrou desorganização e não teve sucesso na tentativa do empate. O alviverde conseguiu tranquilamente manter o resultado e ainda viu Valdivia cumprir sua promessa. Antes de ser substituído por Eguren, levou um cartão amarelo e cumprirá suspensão estratégica, pois não jogaria a próxima partida do time, já que foi convocado para a seleção chilena.

Na próxima rodada, o Palmeiras viaja para Joinville para enfrentar o time da cidade, terça-feira (13), às 21h50. Já o Paraná recebe o Betim, no Durival de Britto, no mesmo dia, mas às 19h30.

Ficha técnica:

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles (Mendieta), Wesley e Valdivia (Eguren); Leandro (Ananias) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

Paraná: Luis Carlos; Moacir, Anderson, Brenner (Alex Alves) e Paulinho; Cambará, Ricardo Conceição, Lúcio Flávio (Fernando Gabriel), Rubinho e Léo (Paulo Sérgio); Reinaldo. Técnico: Dado Cavalcanti.

Gols: Charles (contra, aos 171 do primeiro tempo); Juninho (aos 14’ do segundo tempo) e Wesley (aos 26’ do segundo tempo).

Cartões amarelos: Mendieta, Valdivia, Eguren, Leandro e Alan Kardec (Palmeiras); Alex Alves, Paulinho, Ricardo Conceição e Reinaldo (Paraná).

Estádio: Pacaembu (São Paulo)

Renda / Público: R$ 1.015.880 / 29.012

Juiz: Antonio de Carvalho Schneider (SP) Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Fernanda Colombo Uliana (SC)

Sem mais artigos