Principal alvo dos clubes europeus nas últimas janelas de transferências internacionais, o atacante Neymar, do Santos, voltou a ser prioridade do Manchester City, da Inglaterra. Apesar da atuação apagada no amistoso contra a seleção inglesa, em Wembley, na última quarta-feira (07), o santista segue nos planos do diretor esportivo do clube, Txiki Begiristain, que teria oferecido um cheque em branco ao brasileiro, segundo informações divulgadas pelo jornal espanhol Mundo Deportivo nesta quinta.

De acordo com a publicação, um encontro realizado na noite da última terça-feira (05), no restaurante Cipriani, em Londres, entre Begiristain, o empresário israelense Pini Zahavi e Joan Laporta, ex-presidente do Barcelona, teve como grande pauta o atacante de 21 anos e definiu uma estratégia para trazer o jogador já na janela de transferências internacionais, que se abre no final deste primeiro semestre.

Dentre os assuntos abordados pelo trio estava a possibilidade de oferecer ao Santos e também ao jogador um cheque em branco, para que ambos estipulassem o valor necessário para fechar a transação do jogador para o Manchester City e assim superar a concorrência de Real Madrid e Barcelona.

O time catalão, aliás, segundo o jornal ‘Sport’, outra publicação especializada no Barcelona, já teria pago cerca de €10 milhões (aproximadante R$27 milhões) por um acordo com o time do Santos para contar com Neymar a partir de julho deste ano.

Com contrato até 2014 com o Santos, Neymar já deixou claro que quer permanecer no clube paulista até a Copa do Mundo no Brasil. Porém, a possibilidade do cheque em branco, discutida pelos três na reunião, pode encurtar a trajetória do atacante no Peixe.

Sem mais artigos