O técnico Mano Menezes disse na coletiva de imprensa na última terça-feira (18) que não sente mais pressão pelo fato de Luiz Felipe Scolari, treinador campeão do mundo em 2002, estar desempregado e disponível no mercado.

“Não me sinto mais ou menos pressionado”, afirmou Mano em entrevista coletiva na cidade de Goiânia, onde o Brasil está concentrado para a partida de amanhã contra a Argentina, válida pelo Superclássico das Américas.

“O episódio só enriquece essa vasta experiência que somos parecidos, perdendo ou ganhando”, declarou o treinador em alusão a Felipão, demitido do Palmeiras na semana passada.

Luiz Felipe Scolari é constantemente mencionado como um possível candidato a retornar à seleção tendo como credencial seu triunfo na Copa do Mundo da Coreia do Sul e do Japão em 2002.

Sem mais artigos