Com apenas um só salto válido, o primeiro, de 6,82 metros, a americana Brittney Reese, ex-jogadora de basquete, validou seu título último mundial de salto em distância na frente da russa Olga Kucherenko e da letona Ineta Radevica.

A brasileira Maurren Maggi, atual campeã olímpica, havia feito o melhor salto na rodada de classificação (6,86 metros), mas falhou no momento decisivo. Dois inválidos e um salto ruim a deixaram fora da final.

Brittney partia com tudo a seu favor. Era a campeã e também a melhor do mundo neste ano (7,19 metros), embora o salto em distância não seja uma modalidade em que é comum um atleta bater a própria marca. Só a também americana Jackie Joyner defendeu com sucesso sua conquista em Tóquio’91, quando Brittney tinha apenas quatro anos.

A batalha mais apertada foi pela medalha de prata, que ficou com Olga Kucherenko por apenas um centímetro: 6,77 metros para 6,76 metros de Ineta.

Sem mais artigos