O sonho do bicampeonato olímpico acabou para Maurren Maggi. Nas eliminatórias do salto em distância, a atleta do São Paulo precisava ficar entre as 12 melhores da competição, mas fracassou.

Em seu primeiro salto, Maurren conseguiu a marca de 6,37m, muito pouco, pois não usou a tábua de salto. No segundo, a brasileira queimou. Já no terceiro e decisivo, a campeã olímpica de Pequim marcou apenas 6,27m.

A última a se classificar para final foi Veronika Shutkova, da Bielorrússia, que teve a marca de 6,40m. A brasileira terminou apenas em 15º.

Durante toda a temporada, a brasileira já vinha demonstrando uma queda em seu rendimento. Tanto é que sua melhor marca no ano era de 6,85m. A melhor do mundo pertencia a americana Brittney Reese, que pulou 7,23m.

Sem mais artigos