A situação de Mancini pode se complicar nos próximos dias por um fato que ocorreu cerca de seis meses atrás. Em dezembro de 2010, quando atuava pelo Milan, o meia foi acusado de ter violentado sexualmente uma mulher após uma festa promovida por Ronaldinho Gaúcho.

Segundo o procurador Elio Ramondini, Mancini teria se aproveitado do fato de a mulher – uma brasileira também – estar embriagada para forçá-la a ter relações sexuais com ele.

Mancini nega a acusação e afirma estar sendo vítima de uma “farsa”. De acordo com o jogador do Galo, a mulher, que tem 30 anos, se relacionou com ele conscientemente.

Geraldo Eugênio do Nascimento, amigo de Mancini, também será processado judicialmente sob a acusação de tentar atrapalhar as investigações sobre o caso. A obrigação ou não da presença de Mancini na Itália para prestar esclarecimentos ainda não foi confirmada.

Sem mais artigos