O presidente da CBF, José Maria Marin, reiterou na noite da última quarta-feira (29) seu apoio ao técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, apesar de admitir que recebe constantes pedidos de torcedores para que ele demita o treinador.

“Em todo lugar que passo, confesso, me apontam um técnico. Cada brasileiro tem um. No restaurante, na igreja e até na missa vieram me falar de técnico”, disse o dirigente, em tom de brincadeira durante entrevista coletiva após visita a Associação de Assistência à Criança com Deficiência (AACD), em São Paulo.

Apesar das críticas, contudo, Marin garantiu Mano no comando da seleção da Copa de 2014, apesar da pressão contra o treinador ter aumentado com a perda da final dos Jogos Olímpicos de Londres, contra o México.

Em setembro, a seleção brasileira volta a campo para disputar dois amistosos, no dia 7 de setembro contra a África do Sul em São Paulo, e três dias depois contra a seleção chinesa, em Recife.

Sem mais artigos