Nesta terça-feira, a FIFA realizou na cidade de Durban, na África do Sul, uma cerimônia inusitada. Faltando 101 dias para a Copa, os dirigentes da maior entidade do futebol mundial ignoraram um dia do calendário, e celebraram 100 dias para a abertura do torneio.

O motivo para os festejos da FIFA não acontecerem amanhã, quarta-feira (3), é que a entidade não considera o primeiro jogo do mundial a oficialização da abertura do torneio, como qualquer torcedor pelo mundo: um dia antes do dia 11 de junho (data da partida inaugural entre África do Sul e México) acontecerá um show na cidade de Soweto.

Na cerimônia de hoje – que contou com uma entrevista coletiva, bandeiras tremuladas pelos presentes e um praticante do bungee
jump aterrisando no meio do campo -, estiveram presentes o técnico da seleção sul-africana, o brasileiro Carlos Alberto Parreira, o presidente da FIFA, Joseph Blatter, além do capitão do pentacampeonato brasileiro, Cafu, e autoridades locais.

Sem mais artigos