Mesmo sem o brilho de partidas anteriores, o líder Bayern de Munique visitou o Bayer Leverkusen neste sábado e venceu a partida por 2 a 1, com o que mantém os 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado do Campeonato Alemão, o Borussia Dortmund.

O Bayern abriu o placar aos 37 do primeiro tempo, com um golaço de Mario Gómez, que deu dois dribles desconcertantes na zaga do Leverkusen antes de concluir em gol.

O treinador do Bayern, Jupp Heynckes, voltou a fazer hoje várias mudanças na equipe titular, pondo para descansar jogadores importantes como o capitão Philipp Lahm, substituído hoje pelo brasileiro Rafinha, e Thomas Müller, que deu espaço para o suíço Xerdhan Shaqiri.

Toni Kroos também ganhou uma folga, o que fez com que Bastian Schweinsteiger jogasse mais adiantado que de costume e a dupla de volantes foi formada pelo argentino Javi Martínez e pelo brasileiro Luiz Gustavo.

Apesar de todas essas remodelações, e da ausência por lesão de Franck Ribery, o Bayern controlou a partida no primeiro tempo e teve as chances mais claras de gol.

No começo do segundo tempo, o Leverkusen esboçou uma reação e marcou presença no campo adversário. Finalmente, em uma cobrança de escanteio aos 30 minutos, chegou ao gol de empate graças ao capitão Simon Rolfes.

Após o empate, o Leverkusen partiu para o ataque, enquanto o Bayern parecia conformado em levar um ponto para casa.

No entanto, em uma cobrança de falta longe da área, a bola lançada por Schweinsteiger bateu no ombro do zagueiro do Leverkusen, Philipp Wollscheid, e foi para o fundo da rede, aumentando ainda mais a vantagem do Bayern no campeonato.

Sem mais artigos