Apesar de toda a pressão que estava sofrendo, a seleção masculina de futebol do México aproveitou suas poucas chances na final dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e conseguiu vencer a Argentina, conquistando o ouro da competição nesta sexta-feira (28). A equipe mexicana venceu a decisão por 1 a 0, com gol do atacante Jeronimo Amione, em contragolpe eficiente.

A garantia do ouro para o México aconteceu aos 30 minutos do segundo tempo. O camisa 11 mexicano apareceu nas costas do zagueiro argentino Martin Nervo, dominou a bola e bateu na saída do goleiro. Os argentinos reclamaram bastante e apontaram impedimento, mas o lateral esquerdo Gonzalez dava condição de jogo para os mexicanos.

Com a torcida mexicana em polvorosa e a Argentina desesperada nos minutos finais de jogo, sobrou espaço para os habilidosos atacantes mlocais apostarem em jogadas individuais, irritando os zagueiros adversários e animando ainda mais os fãs nas arquibancadas do estádio Omnilife. Aos 45 do segundo tempo, o argentino David Achucarro foi expulso por dar um tapa no adversário e a seleção dos hermanos encerrou a partida com um jogador a menos.

A medalha de ouro desta sexta é a quarta do México no futebol masculino dos Jogos Pan-Americanos. Em Guadalajara, a seleção anfitriã fez cinco partidas e venceu quatro. O único empate aconteceu na segunda rodada da primeira fase, quando encerrou o placar em 1 a 1 contra Trinidad e Tobago.

O bronze ficou com o Uruguai, que derrotou a Costa Rica por 2 a 1, na partida preliminar.

Sem mais artigos