O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, afirmou, em declarações publicadas nesta segunda-feira pelo diário esportivo “La Gazzetta dello Sport”, que o atacante brasileiro Kaká, atualmente no Real Madrid, teria de aceitar um salário muito menor para voltar a jogar no clube italiano.

“Ricardinho ganha demais, em parte porque paga menos impostos”, comentou o vice-presidente do clube, em alusão às conjeturas sobre uma possível volta do atacante ao futebol.

“Sinto que ele tenha problemas no Real Madrid, mas para voltar conosco teria de rebaixar. Podemos nos permitir a contratação de um só Ibrahimovic”, declarou Galliani, referindo-se ao atacante sueco que joga no clube.

O futuro de Ibrahimovic no Milan, no entanto, foi posto em dúvida por seu representante, Mino Raiola, que declarou ao jornal “Corriere dello Sport” que o sueco não encerraria sua carreira no clube italiano.

Sem mais artigos